São Paulo / SP - quarta-feira, 23 de agosto de 2017

SlideShare Crescerei

Google+



CRESCER SIM;REVER PLACAS DE CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL;AÇÃO METABÓLICA E HORMÔNIOS

MAGNITUDE DE UM DOS HORMÔNIOS MAIS ESTUDADOS

MESMO CRESCENDO VOCÊ PODE TER BAIXA ESTATURA

BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS

BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE

CRESCENDO: ASPECTOS OBJETIVOS NA AVALIAÇÃO FISIOLOGICA GH-APLICAÇÃO INFANTO-JUVENIL

CRESCER IN FOCO; OBSERVE EVENTOS EM CADEIA BIOLÓGICA PADRÃO OURO ATÉ FINAL PUBERDADE

REVISÃO DA SEGURANÇA E EFICÁCIA DO TRATAMENTO COM GH

DINÂMICA DE CRESCIMENTO IN FOCO; EXPLICA MAIOR ESTATURA EVOLUTIVA DO HOMO SAPIENS POR CAUSAS CONVINCENTES

CRESCER IN FOCO - CARACTERÍSTICAS GENÉTICAS PATERNAS ALTAS NÃO SIGNIFICA ESTATURA ALTA NOS FILHOS

PAIS COM BAIXA ESTATURA NÃO É SINÔNIMO DE FILHOS COM BAIXA ESTATURA

SAIBA RISCO, OBESO(A)/DOENÇA HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA(DHGNA):ESTEATOSE HEPÁTICA

CRESCENTE CAOS PARA CRIANÇA, INFATO JUVENIL E ADOLESCENTES; BAIXA ESTATURA

 CONCLUIR RELEVANCIA TIREÓIDE E HGH CRESCIMENTO INFANTO JUVENIL

Salvar